O IPEA – Instituto de Pesquisa  Econômica aplicada  divulgou no dia 27 de março a pesquisa que realizou sobre Tolerância Social à Violência contra as Mulheres. Foram ouvidas 3.810 pessoas, homens e majoritariamente mulheres. A pesquisa revelou a persistência de um forte machismo na sociedade brasileira expresso na concordância de padrões discriminatórios que justificam, inclusive, a violência sexual. Assim, por exemplo, do conjunto dos entrevistados, 63,8% concordam que o homem deve ser o cabeça do casal, 65,1 justificam os estupros como consequência das roupas que as mulheres usam e 82% concordam que  “em briga de marido e mulher não se mete a colher”. Em entrevista à Revista Isto É, a Coordenadora Executiva da CEPIA Leila Linhares Barsted, destacou que os preconceitos manifestados pelas mulheres entrevistadas representam uma introjeção da ideologia machista a qual estão referidas, uma espécie de mentalidade de colonizado.  Reconheceu, ainda, no tocante às respostas preconceituosas em relação ao estupro, que grande parte das vítimas estupradas o foi por seus familiares, o que revela que a casa também não é um lugar seguro para as mulheres. Restaria perguntar: qual é o lugar seguro para as mulheres na sociedade brasileira?

abercrombie praha uggs sko nike sko polo ralph lauren dame oakley norge parajumpers norge oakley briller polo ralph lauren salg parajumpers salg converse sko cialis norge viagra for kvinner Kjøp Cialis kjøp cialis viagra pris cialis norge viagra portugal viagra gen¨¦rico nike roshe run nike roshe run portugal